Associação Biodinâmica

Em quê o nosso trabalho tem haver com a terra?

Corpo - Alimentação - Alma

Segundo nos conta a Bíblia, ha muito tempo atrás, mesmo após ter sido expulso do paraíso, o homem recebia seu alimento do próprio ambiente, sem muito esforço. 

Com o nascimento de Caim e Abel, surgem, em princípio, duas vertentes. A primeira de Caim, o mais velho, que se torna agricultor, que modifica a terra, a delimita e cerca. A segunda de Abel, que se torna pastor (ainda de ovelhas), nômade, que anda pela terra, sem dividi-la.

É chegado então o momento, após muito trabalho, de estes dois depositarem sobre um altar suas oferendas, que em princípio seriam queimadas. A fumaça da oferenda de Abel sobe então às alturas. A de Caim tende a se inclinar em direção à terra. Neste momento cria-se uma grande tensão entre estes dois irmãos, e Caim chega então a matar Abel. Após esta morte, medo e vingança são sentimentos que passam se tornar evidentes, mas Deus de certa forma protege Caim, marcando-o com um sinal, para que ninguém o tocá-se.

Além das oferendas, que significava a melhor parte de produção, era também normal antigamente, que o agricultor (que passou a construir casas), após reservar o que lhe serviria de alimento, guardasse uma parte...

Leia mais...

Relatos: Júlio Almeida

18/09 - Quinta-feira – Tarde

1 - Palestra – Renato Gomes – Pastor da Comunidade de Cristãos de Botucatu

Imagem bíblica: Caim, agricultor e Abel, pastor. Duas profissões arquetípicas no início da tradição humana. Ofícios ligados à natureza, porém antagônicos no sentido de que na agricultura se requer a transformação da terra e no pastoreio a conservação da terra com seus recursos naturais.

Processo evolutivo lembra a questão do acesso à terra (Caim), enquanto Abel é um nômade, que caminha com o rebanho, não delimita a terra, não a cerca, segue o rebanho no seu pastejar.

Na queima de incensos ofertados à Deus a fumaça de Abel sobe aos céus e agrada a Deus, enquanto a de Caim desce à terra, gerando uma tensão, uma polaridade, uma dualidade que não é resolvida e culmina com a morte de Abel por obra de Caim, que fica assustado com a possibilidade de que todos queiram se vingar dele.

Deus então tranquiliza-o, deixando-lhe (e a seus descendentes) uma ‘marca’ (que não é explicitada), que acompanha o seu povo.

Essa dualidade inicial prevalece por toda a história humana.

Depois da morte de Abel, Adão e Eva estão tristes. Deus então lhes dá um novo filho: Set. Esta linhagem levanta...

Leia mais...

A Biodinâmica como Caminho Prático

Em palestras anteriores, colegas trouxeram para nós fortes imagens e conteúdos que queremos preservar em mente enquanto damos continuidade ao nosso trabalho. Uma das imagens é a de que, 7 vezes no evangelho,o Cristo usa o termo: “Eu Sou”, cada um tem uma relação com um dia da semana. Outra foi a grande imagem das duas correntes de Caim e Abel, um que se tornou agricultor, que trabalhou e modificou a terra, e o outro que se tornou pastor, caminhando pela terra sem modificá-la. A terceira imagem trata da polaridade entre Bem e  Mal, relacionadas a São Micael, que tenta manter o mal sob controle, no entanto sem aniquilá-lo. O bem e o Mal como forças existentes e latentes no ser humano.

Então, com isto em mente, perguntemo-nos: O quê é a terra no macrocosmo? Uns dizem é uma bola, outros que é um grão de poeira. Fato é que o homem se sente hoje separado da terra, e isto é o que lhe dá a possibilidade de se sentir como um indivíduo, como um eu.

Isto nem sempre foi assim, nem sempre nos sentimos separados do cosmo na história da humanidade. E o que nos deveria importar agora é a questão: Como nos religar ao cosmo?

Ao olharmos para o desenvolvimento da humanidade, vemos uma...

Leia mais...

A biodinâmica como Caminho Interior

Em todos as épocas de sua evolução, o homens sempre cultuaram as forças celestes, principalmente o sol, astro no qual reconheciam uma força especial, uma manifestação. Em tempos muito antigos e pouco conhecidos, os homens deram ao sol, ou a aquilo que dele viam manifestar-se, o nome de Ahuramazdao. Já no antigo Egito, eles o chamavam de Osíris, Na Grécia, de Apolo. E finalmente entre os Hebreus, de Cristo.

Com o surgimento da Cultura Cristã surge então no homem a questão: O quê, ou quem, eu sou? Qual minha missão, minha tarefa?

Podemos também nos perguntar: Como as Forças Solares agem em mim? Qual a missão de meu Eu, nesta situação da terra?

O que estava lá fora, agora está dentro de mim. O que transforma e age na natureza, age em mim. E é minha humanidade, que me coloca estas perguntas. E tais perguntas, só podem ser respondidas por mim.

Eu posso trabalhar em meu dia-a-dia fazendo-me tais perguntas? Posso ser assim um agricultor e ao mesmo tempo  moderno?

“O agricultor é um meditante!”, disse certa vez Rudolf Steiner.

Como este trabalho interior funciona? Não o trabalho interior pessoal, mas o trabalho envolvido por este impulso? De certa forma, a partir destas...

Leia mais...

A Biodinâmica Como Caminho Social

Uma das metas, a partir dos impulsos da agricultura biodinâmica, deveria ser a de chegar a varias soluções sociais. Sabemos ao olhar para as catástrofes (problemas) que há muita escuridão, mas também sabemos que há muita luz.

De certa forma podemos dizer, que nos confrontamos com a natureza durante o trabalho (agrícola), e que o resultado disto são os alimentos. Este alimento, agora em forma de produto, vai para o nosso entorno. Mas, ai surge uma brecha. Todos sabem, bem ou mal, que nossos alimentos vem da terra. O que hoje está na paisagem, amanhã estará em nosso prato.

Construímos junto com a natureza, como agricultores, esta paisagem, que depois passará a ser parte de nós, como resultado de nossas ideias e intenções, por meio de nossa vontade. Mas hoje grande parte da paisagem mundial está sofrendo uma destruição, e isso também é parte de nós.

Mas encontramos alguns lugares pequenos, onde se busca trazer mais “cultura -  agricultura” para o mundo. E precisamos buscar fazer parte destas correntes que buscam proteger a natureza e os seres.

Mas a agricultura biodinâmica busca ir mais além, ela busca não apenas proteger, mas regenerar a natureza e os seres (cura)

Leia mais...

Os relatos foram fornecidos por duas pessoas que participaram da Conferência Biodinâmica. Esta é uma forma de socializar um pouco os importantes conteúdos abordados na Conferencia. Estes conteúdos não são um relato ou Anais oficial da Conferência.

abd elo mec

 

abd VOLKMAN

Eventos de Parceiros

NOVEMBRO
Dia 11: Especialização em Agricultura Biodinâmica. Inscrições: Instituto Elo

Cursos 2017 - Programe-se!

VEJA PROGRAMAÇÃO COMPLETA DE 2017
NOVEMBRO
18 - Fenomenologia e desenhos de paisagem - Evandro Nicolau
25 e 26 – Introdução à Agricultura Biodinâmica: Vida nova para a Terra (Módulo 3 – Palestras 5 e 6 do Curso Agrícola de Rudolf Steiner) – João Carlos Ávila e Deborah Castro
VEJA PROGRAMAÇÃO COMPLETA DE 2017

Informativo ABD

Para receber informacões sobre CURSOS e eventos da ABD, digite o seu nome e endereço de email abaixo:

AGENDAMENTO DE VISITAS GUIADAS
Favor avisar com antecedência. Horário recomendado: Sexta-feira às 9h00.